sexta-feira, maio 27, 2005

Heroi

Há alguns anos morava um rapazinho em Filadélfia. Era alegre e jovial. Num grande edifício ele era quem dirigia o elevador. O edifício estava velho e condenado. Certo dia ele começou a ruir. Um lado caiu. A multidão fora gritava.
Billy, o rapazinho do elevador, apressou a seu trabalho. Nove vezes subiu, trazendo as pessoas do edifício. Cada vez deixava um grupo são e salvo na rua.
O edifício continuava a cair. O guarda pediu a Billy que deixasse o seu serviço porque havia muito perigo de um desabamento completo. O rapazinho heróico recusou.
-Há mais duas pessoas lá dentro. Disse ele enfrentando o fogo para subir mais uma vez. A pesar disso o bom rapaz arriscou a sua vida para salvar as senhoras. Em pouco o elevador desceu entre a poeira do edifício que caia, Billy e três senhoras saiam. Todos estavam salvos e a multidão bateu palmas.
Billy, como um herói que era, escapou a multidão sem querer a sua gratidão e louvor. Foi para casa pensando que tinha feito o seu dever.

Rebeca H. Davis

3 comentários:

JOINCANTO disse...

E que grande missão, salvar vidas... afinal também não é a nossa como cristãos?

Tiago Franco disse...

Um verdadeiro exemplo de competência!

entre-aspas disse...

Viver por uma causa, maior que nós próprios. Nem sempre é fácil! Obrigado pelo relato apresentado.